quarta-feira, 6 de junho de 2012

Especial Dia dos Namorados 2012 - Sibele & Fábio

Estou muito feliz que "azamiga" estejam participando do especial desse ano e compartilhando momentos inspiradores de seus relacionamentos conosco de forma tão honesta, simples e sincera. Acho que amor tem muito disso: ser aberto, honesto, sincero, verdadeiro... É muito bom ter seu par, não é verdade? Hoje inspirei meus alunos a fazerem uma redação romântica: um conto divertidíssimo de Paulo Mendes Campos conta a história de um casal de pombinhos... Contei a história até a metade e deixei que eles inventassem o final. Saiu cada coisa! Fico pensando em como ainda tão cedo, os alunos têm a noção da importância de ter alguém com quem possamos compartilhar nossas vidas. 

Hoje quem conta um pouco da sua história com seu par é a tuiteira e "esmaltólatra" Sibele Hernandes e nos mostra como o amor verdadeiro é capaz de superar qualquer obstáculo!



"Nossa história começou despretensiosa, venho de uma família rígida, meus pais nunca me deram liberdade para sair com amigos, em consequencia disso, tinha poucos deles! Mas quem não tem uma melhor amiga? Na época quem preenchia esse vaga era a Gabriela, que tinha muitos amigos. E pintou uma festinha para nós irmos, um noivado, e aí começava a minha dura tarefa...pedir permissão aos meus pais, pra ser mais específica pra minha mãe, que raramente me liberava, mas neste dia, como se fosse uma coisa do destino, ela assentiu! Chegando lá vi que o noivado era do meu futuro cunhado...e assim conheci o Fabio...conversamos muito mas nem trocamos telefone, e assim, depois de passar o fim de semana sem notícias dele, ele me procurou na escola onde eu estudava! Me deu carona por uma semana, mas só no final dessa demorada semana é que demos nosso longo primeiro beijo e começamos a namorar! Apresentei ele pra minha família e a princípio minha mãe e irmã acharam ele lindo, me diziam que ele era o Edson Celulari e que eu não podia perder aquele homem! Nosso relacionamento acabou ficando sério e depois de apenas 8 meses decidimos que íamos morar juntos! Ele com  28 anos e toda uma bagagem de um primeiro casamento e um filho de 6 anos...e eu uma moleca de 17 anos que já sabia muito bem o que queria da vida! Mas nesse momento senti toda a rejeição da minha família, ele era muito mais velho e já era pai...enfim...enfrentei tudo e todos! Apostei todas as minhas fichas na nossa união, mesmo minha família toda desacreditando dela! Hoje faz exatos 17 anos que estamos juntos e a cada dia nos amamos mais! Ele sempre foi meu melhor amigo, companheiro, confidente, namorado, amante...e por fim meu marido! Temos um filho de 14 anos lindo de viver! Já ouvi de pessoas da minha família que meu casamento é um conto de fadas....me orgulho em dizer que é sim, casei com meu príncipe encantado, mas na época não estava a procura de nenhum, ele simplesmente apareceu na minha vida pra me fazer uma pessoa muito melhor! Ele  sempre termina minhas frases e sempre estamos em sintonia de pensamento! Ele é a tampa da minha frigideira! Tudo pra mim, o presente mais lindo que Deus me deu!"




3 comentários:

Sibele Hernandes disse...

Dri
Agradeço por gentilmente me ceder esse lindo espaço pra contar um pouquinho de mim, só uma pessoa linda como você seria capaz de pensar nisso!
Beijos meus e da minha família
Quero comer seu feijão! Kkkk

Silvana Bueno disse...

Concordo contigo Adriana, o amor é assim, simples, singelo, sincero. Sempre acreditei que isso faz o amor durar. E qualquer forma de amor, homem-mulher, entre amigos, pais e filhos...
E concordo também com a Sibele, obrigada por nos dar este espaço para partilhar nossas vidas também.
E Si que fofura, linda sua história.
Beijos meninas e que o amor sempre vença.

Cláudio disse...

Entendo essas relações, mas acho que a humanidade não conhece o que é amor. O que vejo são trocas afetivas. Não que isso não tenha valor, mas amor não tem nada a ver com sentimentos.