sábado, 25 de outubro de 2008

Entusiasmo

Uma semana sem escrever. Uma semana cheia de coisas pra fazer. E o que eu fiz? Fiz o nada que eu queria fazer há muito tempo! Um*entusiasmo me dominou no ínicio da semana e muito rapidamente ele foi ziguezagueando dentro de mim e agora não sei o que fazer com ele...

Há muitos anos, eu vi num programa de entrevista que eu assistia com freqüência à tarde uma pessoa dizendo que etimologicamente a palavra entusiasmo quer dizer Deus dentro. Pensando nas sensações físicas e psicológicas causadas por ele, sim... Eu realmente penso que é como se houvesse mesmo um Deus Interno que guia nossos passos e nos faz tomar atitudes que sem Ele não teríamos coragem. Uma força sobrevém e tudo começa a acontecer!

Eu ainda estou na montanha russa. Algumas lembranças que me vieram essa semana me fizeram retomar um problema sério da minha vida. Eu bem que tentei fazer terapia psicanalística, mas o analista era um boçal! Assim, vou ficando na minha auto-análise mesmo.

Hoje eu li no blog da Jini aquele texto do Rubem Alves sobre o que acontece para que a ostra possa produzir uma pérola e me lembrei de uma teoria que eu formei a partir disso. A gente às vezes tem um complexo de ostra: ficar fechado em concha, sem dividir com ninguém nossas dores. E são elas - as dores - que provocam em nós esse desejo de fazer algo de bom, algo de positivo pra mudar a situação (produzir a pérola). Mas tem gente que mesmo criando uma linda pérola a ignora e não a compartilha com ninguém. Você consegue pensar que para tirar uma pérola da ostra é preciso arrancá-la? Bem, eu penso que se eu produzo uma pérola - uma coisa linda que trará felicidade e sorrisos para aqueles a quem eu puder oferecê-la - devido à minha própria natureza, vou querer oferecê-la e não trancá-la dentro de mim!

Desse modo, quero pedir a vocês que torçam para que a minha pérola fique maravilhosa e que eu possa compartilhá-la com todos!

Beijos e bom fim de semana!

*Entusiasmo: do Gr. enthousiasmós, inspiração divina
s. m., excitação da alma, quando admira excessivamente; exaltação das faculdades da alma que torna sublimes os escritores, os oradores e os artistas; arrebatamento, paixão viva; alegria ruidosa.

Um comentário:

Cláudio disse...

Não conhecia esta definição de "entusiasmo". Muito legal. Talvez esta pérola dentro de nós, seja o próprio Self.
Vou torcer por você sempre!