sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Britpop

A Grã-Bretanha sempre foi pop. Aliás, o pop – o verdadeiro e bom – nasceu em Liverpool: essa é a minha opinião. A (boa) música tal qual entendo surgiu assim: a.B – d.B (antes de Beatles – Depois de Beatles). Ainda que o termo tenha sido cunhado no início dos anos 90 com o surgimento de bandas como Oasis, Elastica, The Verve, Blur, entre outras, particularmente acho que a música popular britânica (a mpb deles!) nasceu com os Beatles. É importante entender que nem tudo que vem de lá é britpop. Existe uma série de características estereofônicas que classificam determinadas bandas neste estilo, digamos assim. Spice Girls na minha opinião é pop ordinário – em sentido lato! O Britpop é algo mais singular.

Uma das características mais básicas é ter se originado na Grã-Bretanha (Inglaterra, Escócia, Irlanda...). Outra seria ter uma forte influência de Beatles. Mas depois de quase duas décadas na ativa e em desenvolvimento progressivo, o estilo se expandiu para outras terras. Já tem britpop americano (Killers e Strokes), britpop sueco (Hives). A estética desse tipo particular de pop tem sido fortemente explorado pelas gravadoras dado o mega sucesso de bandas como Radiohead, (curioso salientar que o britpop é caracterizado pelos arranjos radiofônicos - daí Radiohead) que influenciou mais de meio mundo. O indie tem raízes bem fincadas no britpop. Assim, eu considero bandas como Autoramas e Cascadura bem do estilo indie britpop. Milhares de bandas e músicos com essa veia pop britânica convivem simultaneamente e são adoradas por milhares de pessoas no mundo inteiro através da web em sites especializados como o MySpace, iLike e iJigg.

A música britânica dita mais do que regras em ritmo e sonoridade. É um tipo de som que agrada determinado tipo de pessoa: aquela cujo pop de massa não atrai. Eu conheço muito pouca gente que curte britpop de verdade. Há pessoas que ouvem muitas músicas consagradas do estilo, mas são do tipo que se rendem a tudo que estiver “na moda”. Bem, é certo que música e moda andam muito juntos, mas - bah! - isso é papo pra um outro post!...


2 comentários:

Cláudio disse...

A diferença do Britpop e do indie é que as bandas britpop praticamente já nascem mainstream, ou se tornam mainstream rapidamente (Coldplay) e aquelas que demoram muito (The Verve). Musicalmente falando, bandas Britpop (indie mainstream) costuma ter grandes produtores produzindo seus álbuns e terem arranjos grandiloquentes. O Britpop - nos eu auge (década de 90) nunca vingou muito aqui no Brasil.Video Pulp e Suede que foram fenômenos de venda na Inglaterra. Neste novo século melhorou um pouco com maior acesso de informações, via internet.
Este vídeo é do Cascadura?

Sandra disse...

Olá! Obrigada pela visita!
Realmente não entendo muito de música para comentar o seu post, mas gostei. Aprendi um pouco! ;-p
Amooo aquela música da Vanessa da Mata, talvez pelo mesmo motivo que vc! bju,