sexta-feira, 29 de julho de 2011

A Estrela




Eu tive uma infância feliz. Brincava de pique-esconde com as crianças da rua de noite sem medo de sequestro, atropelamento e outros fantasmas que povoam o imaginário das mães do século XXI. Uma das coisas que fazia que hoje não se faz: contar estrelas. Contava as estrelas do céu na calçada. Diziam que a gente não podia apontar que nascia uma verruga e eu acreditava! Minha coleguinha e eu ficávamos disputando quem contava mais. Sabe como? Nós deitávamos na calçada e observávamos uma a uma surgindo no céu... 

Uma vez, quando fui trabalhar numa livraria esotérica, uma quiromante leu minha mão e disse que fui uma bruxa muito poderosa. Na mesma época, um místico - no melhor estilo Herculano Quintanilha - me disse a mesma coisa e ainda detalhou sobre esse tal poder e que precisava desenvolver para trazê-lo de volta para essa vida. Nunca dei muita bola para esse meu passado místico, mas não posso ignorar que coisas estranhas acontecem na minha vida que parecem mágica. Desde aquela época, aprendi a me relacionar com o Tarot e encaro-o não como uma experiência esotérica, mas com forma de ouvir o meu coração falando nessa linguagem. 

Essa semana conheci uma pessoa que prefiro não dizer o nome. Esse encontro foi marcado de coincidências felizes. Assim que nos despedimos, senti uma alegria tão genuína! Parecia que nos conhecíamos desde sempre. Tenho esse dom de me encantar pelas que me convidam a entrar em suas vidas com extrema facilidade... Não consigo me lembrar de muitos dias em que tenha me sentido realmente feliz em morar em São Paulo como naquela tarde tão agradável em que nos (re)encontramos. Essa manhã, tive a intuição de abrir meu Tarô Encantado e perguntar quem é essa pessoa a quem devo deixar aberta a porta do meu coração. Um misto de surpresa e certeza me assomaram quando dentre todas as cartas, entre arcanos maiores e maiores, saiu a Estrela...

 No Tarô Encantado, a Estrela é a carta mais bonita!
Tanto que escolheram-na  para ser capa da edição americana!

Segundo a Cacau, (ou @Morgye, a bruxa mais bruxa e do bem que já tive a oportunidade de conhecer nesse mundão virtual), do Via Tarot, a pessoa Estrela é tudo o que realmente percebi dessa pessoa: Bonita, sensível, sortuda e intuitiva. Minha amiga bruxíssima disse que ela ter aparecido significa que veio para trazer brilho, leveza e luz para minha vida. 

Por que estrelas são tão encantadoras? Porque mesmo estando tão longe - num mundo distante do nosso - nos ilumina com seu brilho. Me sinto de novo aquela criança descobrindo uma estrela nova no meu céu particular... Seja muito bem-vinda, minha Estrela!

2 comentários:

Cláudio disse...

Seja lá que for a pessoa que você conheceu e o tarô foi positivo, lembre-se que todos nós somos luz e sombra. No correr da vida, sempre socialmente apresentamos a luz e negamos a sombra.
Eu também contava estrelas no céu quando criança.

Ale Duarte Veiga disse...

Linda !!! Vc me fez chorar agora... Com certeza é um encontro de almas amigas. Estou feliz por vc estar de novo em meu convívio. Te adoro de montão. Bjão