quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

The year of the cat

Al Stewart tem uma música dos anos 70 (salvo engano) com esse nome. A letra propriamente não tem nada a ver com o significado do ano do gato na astrologia chinesa. Aliás, o gato e o coelho representam o mesmo signo no horóscopo chinês. Há quase 36 anos atrás, nasci num ano do gato da madeira. Esse ano é do gato de metal. Calha de ser um ano para mim cheio de expectativas com relação à prosperidade material. Minha carreira está definitivamente começando e o ano do gato parece vir favorecer não somente esse aspecto, mas também na criatividade que eu acredito ser essencial para o desenvolvimento do meu trabalho.

Todos esperamos estar seguros. Buscamos segurança na rotina, em planejamento e projeções futuras. Mas nada, nem mesmo os astros, podem nos dizer com absoluta certeza o que nos espera no minuto seguinte. Nesse novo ano, começo uma nova etapa da minha vida. Em uma nova cidade, num novo estado, numa nova casa... Novos (velhos) amigos. Há uma semana cheguei de "mala e cuia" a São Paulo e posso dizer que tive uma CALOROSA recepção! Só agora pude realmente me dar um descanso, porque agora sim sou oficialmente uma funcionária pública da secretaria de educação do estado de São Paulo. Essa cidade imensa, essa gente toda... Tudo ainda me impressiona, me assusta e me instiga. Sinto-me estimulada a agir e desbravar um novo caminho. Talvez esse seja um momento solitário da minha vida. Entretanto, não quero lamentar por isso. Quero ser forte e seguir em frente nesse novo e belo horizonte paulistano que vislumbro. 

Como o ano novo chinês começa amanhã, mais precisamente às 12:30, é hora de colher o que plantei no ano do tigre... Tudo promete um ano mais ameno, menos cheio de sobressaltos. Seja muito bem-vindo, ano de 4709!

3 comentários:

Cláudio disse...

Gosto muito dessa música citada do Al Stewart. Vida nova pra mim vai muito além de levar o corpo para outra cidade e ter novas experiências externas. Vida nova, pra mim, é deixar manifestar o desconhecido dentro de nós revelando experiências interiores que alteram automaticamente nossa visão de mundo.
Queria saber o que a música do James Blunt tem a ver com isso? Aposto que tá fazendo sucesso em SP.

Mary Joe disse...

Boa sorte Adriana em sua nova cidade.

Adoro Sampa e seu ar cosmopolita. Naõ conseguiria morar, contudo. Mas passear lá é tudo de bom.
Beijo carinhoso
Mary

Adri disse...

obrigada, queridos! vou precisar de toos os votos de sucesso porque a vida aqui não é nada mole!