quarta-feira, 21 de julho de 2010

Todo dia é Dia do Amigo

"Amizade é Deus nos despertando do egoísmo que nos separa Dele mesmo e de todas as ourtras almas"  
Paramahansa Yogananda

Quem quer que tenha inventado essa data, certamente deve ter pensado em fins comerciais, como tem sido com todas as datas comemorativas do calendário. Quem dá importância a elas são as pessoas que se identificam com esse rótulo criado. Mas será mesmo que o Dia do Amigo é aquele que aponta o calendário? 

Minha ausência do blog se deveu à momentos de turbulência em família - doença (nada grave, graças a Deus) na família, muito trabalho e uma novidade que pode mudar o rumo de tudo por aqui. E é nesse momento que eu mais precisei de meus amigos... Nas horas amargas e dificeis é que se pode identificar um amigo autêntico - aquele que já está lá antes mesmo que você precise. É sempre essa a amizade que eu busco para minha vida, a amizade que eu costumo oferecer. Num dia desses, minha mãe estava vendo um programa na televisão que dizia que as relações virtuais reforçam o sentimento de distanciamento entre as pessoas. Ora, ou nisso sou exceção ou quem disse tal coisa está completamente equivocado: tenho feito, ao longo de anos no meio virtual, os amigos mais leais e sinceros que jamais poderia querer ou sonhar encontrar. São esses os amigos que me deram momentos felizes da minha vida, as melhores lembranças, o ombro amigo nas horas mais difíceis, abriram suas casas para me receberem, compartilharam suas vidas e suas alegrias comigo. Sorri - em todos os tempos e modos - e chorei com eles - no pretérito perfeito do indicativo e em qualquer tempo e modo que seja necessário. Muitos deles são afetos que pretendo levar comigo para o outro lado da vida e outros que, infelizmente, as circunstâncias se incumbiram de desfazer, involuntária e voluntariamente - nos casos em que elas não eram realmente autênticas. Àqueles a quem chamo amigos dedico essa postagem com votos de sempre renovada amizade, afeto e carinho. 

Por ocasião da data, não por acaso - acredito eu - estive ao lado durante todo o dia de uma amiga virtual mais que real cujo nome é o mais lindo do mundo: Adriana Costa. Passamos uma tarde maravilhosa, cheia de sorrisos e conversas agradáveis. Nos fizeram companhia a Adriana Delphino e a Ludmila - queridas com quem costumo falar diariamente e que não tinha tido ainda a oportunidade de conhecer pessoalmente - , numa tarde muito agradável em que nos esquecemos de celebrar o que rezava o calendário para a referida data. Foi um dia memorável e feliz em que, dentre tantas pessoas queridas, a ausência foi sentida e a lembrança presente. Se eu fizesse uma lista com todos os nomes, não caberia no blog e citar só alguns nomes seria injusto com todos aqueles a quem desejo tanto bem na medida própria de cada um - nem mais nem menos.

É bom que exista um dia para nos lembrar daquilo que jamais deveríamos nos esquecer: o valor das pessoas a quem amamos. Assim, busco a cada dia, a cada instante que me for dada a oportunidade, oferecer amizade sincera a todos que se aproximem de mim... Então, meus amigos, não foi ontem Dia do Amigo. O Dia do Amigo é quando eu estou com um de vocês...


3 comentários:

Dri Morango disse...

Dri,
Que post fofo.
Concordo com você.
Bjks e conte comigo virtualmente ou não.

Cláudio disse...

Emocionante o texto sobre amigos. Só gostaria de acrescentar, que o melhor amigo é o SER interior dentro de nós.
os amigos externos são importantes, é uma antídoto contra o egoísmo mesmo.
Vc escolheu a música perfeita Dri.
Legal.

bia disse...

Concordo plenamente com você, Dri. Muito lindo o seu texto sobre amigos. E concordo tb com o Cláudio. O interior é que diz tudo. Muitas vezes estamos longe e, no entanto estamos muito perto, no pensamanto, nas oraçoes.