sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Não faz parte do meu Xou



Não sei como ainda me impressiono com a capacidade absurda que o ser humano tem de desrespeitar seu semelhante. Ainda que o semelhante em questão não se ache tão semelhante assim, ninguém tem o direito de ofender e humilhar uma pessoa publicamente - NINGUÉM.

Disse, por ocasião do "barraco" formado pelos polêmicos tweets de Xuxa e Sasha, que o Twitter está se tornando um gueto de pessoas absurdamente insuportáveis. O motivo - erros gramaticais. Simples erros de ortografia, de digitação, nada que merecesse tanto estardalhaço. Mas as pessoas não perdem uma ocasião para destilar o veneno da humilhação, do desprezo e do desrespeito.

A Internet e as redes sociais são, hoje em dia, mais do que instrumentos de comunicação. São, sobretudo, uma nova (e creio eu definitiva) forma de estabelecimento de relações humanas. Daqui há alguns anos, ninguém mais achará tão extraordinário que namoros virtuais acabem em casamento. O que me espanta é ver como a maldade toma proporções astronômicas quando atinge esses espaços - e ela sempre parte de pessoas covardes, pois sabem que a pessoa a quem estão desrespeitando e ofendendo não poderá fazer muita coisa contra porque, afinal, Internet é terra de ninguém - pode-se falar o que quiser, não impora que fira, que machuque, que faça mal. Desde que as pessoas riam e voltem seus olhares para os atiradores dos dardos venenosos, sem se importarem com o alvo, vale tudo! Uma fofoca, uma palavra "maldita", espalham dor, angústia e sofrimento. Não poderia, do mesmo modo, uma palavra "bendita", um pensamento elucidativo, espalharem alegria, amor e amizade? Eu procuro e quero somente essa última opção.

6 comentários:

Suzana disse...

ARRASOU!!!!!!

Cláudio disse...

Dizem que com o tuiti vemos como são os famosos mas tb vemos como são as pessoas em geral, seu lado negro ou luminoso.
Um show de desrespeito e arrogância parece dominar o tuiti, mas no final do ano essas mesmas pessoas ficam desejando paz e felicidade enquanto brindam com suas taças de champanhe.
Belo post!

Anônimo disse...

Ah, cara, eu acho que por aqui, no virtual, agente (para lembrar nossa discussão sobre os erros gramaticais internéticos rs) tem que relevar muita coisa a qual não está acostumada na "vida real".
No caso específico xaxa e xuxa, pô, ela mandou malzaço de fazer estardalhaço e tentar tirar uma onda básica com "ela foi alfabetizada em inglês".

O que EU, no alto da minha filosofia de botequim, acho é que as pessoas dão muito palanque para os "xoxadores" profissionais que estão mais presentes aqui.

Pô, na boa, se um desconhecido vira para você na rua e te chama de burra, sem você nem ter olhado para ele, o que faz? Acha ele louco, né (ou faz como eu e manda o cara cagar)? Na vida "virtual" alguém que você não tem idéia de quem seja (geralmente são anônimos), te chamam de burra, feia, xixi e cagona e pronto, caiu o mundo!

Tava vendo as meninas falando sobre nego chamando uma e outra de copiona ou escrota e pensando o que eu faria se acontecesse comigo... Vou dar cartaz, vou sofrer ou vou xingar/ignorar?

Ficou longo mas minha opinião é essa!
Té mais!
Carola

Adri disse...

entendo seu ponto de vista e concordo com você, carola! o certo era ela ter ignorado.
mas, de qlqr forma, acho q respeito deve existir sempre! obrigada por comentar! ;)
beijocas

ana sinhana disse...

Claro que respeito é bom e todo mundo gosta mas, de certa forma, o repúdio ao xou da mãe e da filha é uma forma de se dizer que o saco está "xeio" de tanta gente de pouco conteúdo se dando bem por aí. Ela fez fortuna sem ligar muito pra formação das milhões de crianças que a assistem e fatura horrores vendendo produtos de gosto duvidoso pra essas mesmas crianças.
Honestamente, Adri, respeito é bom pra dar e receber, não deve ser via de mão única. E acho que não há respeito no excesso de autopromoção dos tuits dela.
É claro que o achincalhamento foi extravasadoramente cruel, no lugar de ser uma crítica polida. E isso torna a coisa feia, invertendo e desqualificando a crítica. Infelizmente.
Bj

Adri disse...

sim, sinhana! você captou a essência do que eu disse... não está em questão nem o talento nem a relevância da imagem pública da apresentadora, mas sim o deserespeito - a forma como ele se deu. isso é que me causa espanto!